NO CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA - Parte VI

- Walter Jorge

Relato

O BILHETE

Não foi descoberta nenhuma pista do peregrino, dono da bicicleta, de nome Z........., sua nacionalidade, bem como o seu verdadeiro nome. No livro de registro do refúgio não foi encontrado nenhum nome que começasse pela letra Z, naqueles 30 dias em que presumimos tenha acontecido tal fato, bem como em outros refúgios. Procurou-se, por todos os meios, encontrar alguém que tivesse conhecimento do teor do bilhete deixado preso à bicicleta. Tentou-se descobrir o paradeiro do peregrino que pegou a bicicleta, mas tudo em vão, tinha desaparecido; sumiu sem deixar o menor vestígio.

Foram efetuadas tentativas de rastreamento dos três ciclistas que a viram e nela tocaram, colocando-a em pé; nem uma mísera pista foi encontrada.

De um peregrino extremamente esotérico, dono de uma longa barba branca e com olhar de pícaro, tivemos a informação de ter visto um hindu, com uma bicicleta azul, sentado a beira de um riacho, queimando algo que, ao longe, pareceu-lhe ser papel. Interrogamos esse peregrino, tentando conseguir mais informações que nos levassem a descobrir o paradeiro do peregrino hindu. Foi inútil, não conseguimos nenhum outro detalhe esclarecedor. Parecia haver uma barreira à nossa frente, impedindo-nos de descobrir a verdade.

Não conseguimos encontrar o hindu por mais que procurássemos. Ninguém viu, e nos registros dos refúgios não constava nenhum peregrino de nacionalidade indiana.

No site em que constava a venda de uma bicicleta, misteriosamente, o anúncio classificado sumiu, e ninguém sabia informar nada a respeito.

E assim, constrangido e devidamente autorizado pelo autor, dei por terminada a história que se passou: "No Caminho de Santiago de Compostela". Caso o leitor tenha efetuado sua peregrinação naquela rota e disponha de alguma informação que nos leve a elucidação desse enigma, solicitamos entrar em contato com a redação. Agradecemos de coração.

Lembrete: História e ficção, aqui, caminharam juntas.

Walter Jorge

R E L A T O S